Me ajude_ :) desabilite seu Adblock e contribua com meu blog_ ;)

Authy: o segundo fator de autenticação também no computador

 
Authy for desktop

Olá, caros amigos, futuros milionários e usuários do Authy, o aplicativo para o segundo fator de autenticação concorrente do Google Authenticator.
Muitos não conhecem, mais existe uma versão deste aplicativo também para o computador. Isso mesmo. No Authy, os 2FA (two factor authentication, segundo fator de autenticação) das contas ficam vinculados ao seu número de telefone celular. Logo, você pode ter a lista de contas cadastradas no Authy e utilizar, ao mesmo tempo, em vários dispositivos. Vamos passo a passo descobrir como utilizar no computador:

01 - Vá em https://authy.com/download/ e baixe a versão correspondente ao sistema operacional de seu computador.

02 - Depois de instalado, abra o aplicativo, onde ele vai pedir que você informe o número de telefone cadastrado na conta no formato (+55) + (DDD) + (seu número de celular), para buscar o backup com suas contas cadastradas para uso no aplicativo.


03 - Após informar seu número, ele pede que você escolha uma opção de validação do novo dispositivo. Pra ficar fácil, selecione a opção de SMS e insira o código que chegou no seu celular.


04 - Pronto. Após validar o uso pelo SMS, vai aparecer sua lista de contas que você utiliza no Authy. Ele pode pedir a senha de backup pra desbloquear o uso das contas, porém, após informá-la, o uso fica imediatamente disponível.

Dúvidas? Deixe nos comentários :)


Bitcoin e Computação Quântica

Computação Quântica será uma ameaça à segurança do bitcoin?

Atualmente, toda a comunidade concorda que a rede blockchain do bitcoin é relativamente segura, dado o aumento expressivo de transações nos últimos sete a dez anos causada pela popularidade em torno da moeda digital, que demandaram incrementos constantes de segurança na rede.

Paralelamente ao incremento da segurança na rede do bitcoin, temos também um aumento no poder da computação e no avanço da criação de novas tecnologias, seguindo a famosa Lei de Murph, que prevê um incremento a cada 18 meses nas tecnologias computacionais. E, um destes avanços tem ganho notoriedade: a computação gráfica.

A computação gráfica vêm surgindo com a promessa de superar tudo o que conhecemos hoje quanto a, dentre outras coisas, o poder de processamento de CPUs e GPUs (leia mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/Computação_Quântica).
Mas, nos últimos anos, muitos integrantes da comunidade Bitcoin levantaram a seguinte questão: a segurança da rede blockchain do bitcoin poderia ser quebrada por um computador quântico? A resposta é SIM, segundo a própria comunidade oficial do Bitcoin. Segue um trecho oficial (https://bitcoin.org/pt_BR/faq):

Bitcoin é vulnerável à computação quântica? 
Sim, a maioria dos sistemas que dependem de criptografia em geral são, inclusive sistemas bancários tradicionais. No entanto, os computadores quânticos ainda não existem e, provavelmente, não vai por um tempo. No caso em que a computação quântica poderia ser uma ameaça iminente para Bitcoin, o protocolo pode ser atualizado para usar algoritmos pós-quânticos. Dada a importância que esta atualização teria, pode-se esperar com segurança que seria altamente revisado por desenvolvedores e adotada por todos os usuários do Bitcoin.

Ou seja, disto podemos prever que, quando a tecnologia quântica for cada vez mais popular, atualizações da rede bitcoin serão necessárias e certamente implantadas para garantir a segurança da rede. Mas, com o aumento exponencial do preço por bitcoin nos últimos anos e o fato de que a moeda possui forte volatilidade, um simples boato em massa num futuro próximo de quebra de segurança na rede poderia causar uma gigantesca queda de preços da moeda, semelhante com o que ocorreu com Ethereum, com os boatos de quebra de segurança na rede, invasões em carteiras e roubo de moedas em ICOs que se baseiam na rede desta moeda.

Vamos, finalmente, torcer para que, até lá, isto não ocorra de fato.

Alerta da Comunidade Bitcoin sobre o controverso Segwit 2X em Novembro

bitcoin.org

Há vários meses, já estava sendo anunciado mais um hard fork do bitcoin, programado para meados de Novembro, porém reagendado com data prevista para 25 de Outubro. O site oficial da comunidade do bitcoin emitiu um alerta importante, sobre a incompatibilidade de certos serviços de armazenamento online e transações com bitcoins que declararam apoio ao controverso Segwit 2X. Segue abaixo o comunicado traduzido para o português (o original encontra-se em https://bitcoin.org/en/alert/2017-10-09-segwit2x-safety):

Cuidado com a possível incompatibilidade da Bitcoin com alguns dos principais serviços
11 de outubro de 2017

Resumo

Um segmento da economia em torno do Bitcoin, incluindo empresas como a Coinbase, a Xapo e a BitPay, assinaram um acordo para adotar e implementar um controverso hard fork do Bitcoin em novembro. Um hard fork (divisão da rede) é um retrocesso incompatível na rede Bitcoin. Este hard fork não é suportado pela maioria dos usuários e desenvolvedores do Bitcoin e, portanto, é um hard fork controverso. Ao adotar esse hard fork, acreditamos que os apoiantes deste acordo estão mudando seus usuários para uma moeda alternativa (uma altcoin, como a Bitcoin Gold - BTG) que é incompatível com o Bitcoin original.

Os signatários deste acordo acreditam, erroneamente, que a moeda criada pela adoção deste hard fork controverso se tornará Bitcoin. Portanto, armazenar qualquer BTC em serviços como Coinbase, Bitpay e Xapo é fortemente não recomendado. Ao armazenar o BTC nesses serviços, você pode descobrir que, depois do fork, o seu BTC foi renomeado para outra coisa ou substituído inteiramente pelo novo altcoin. A melhor maneira de garantir que seu BTC esteja protegido é baixar a última versão do Bitcoin Core e transferir(retirar) qualquer BTC armazenado em serviços que sejam signatários deste acordo. Nós classificamos as empresas que suportam esse hard fork controverso na parte inferior deste documento.

Para usuários que não estão preparados para instalar o Bitcoin Core e não querem passar pelo longo processo de configuração, recomendamos uma carteira como GreenAddress, Electrum ou TREZOR. Evite usar carteiras web como blockchain.info. No entanto, os usuários só devem usar essas carteiras para armazenar suas moedas e nunca realizar transações até bem depois do fork. Todas as transações que você faz no bloco Bitcoin podem também ser replicadas e "repetidas" na cadeia altcoin. Se as moedas no hard fork controverso tiverem algum valor, haverá métodos que você pode usar para "dividir" suas moedas e ter acesso a elas. Preste bem atenção aos principais canais de comunicação e mídia da Bitcoin pouco depois do fork para que você fique informado.

Carteiras online

Os mineiros do Bitcoin são responsáveis ​​pelo pedido de transações através da colocação de transações em blocos e, coletivamente, criando uma cadeia desses blocos. A maioria das carteiras online depende de confiar cegamente na cadeia mais longa produzida pelos mineiros para enviar e receber transações com segurança. Existe um considerável poder de mineração que suporta o hard fork controverso. A maioria dos mineiros comprometeu-se a apoiar o hard fork controverso e, portanto, a cadeia mais longa, como visto pela maioria das carteiras online, pode não ser a verdadeira cadeia de blocos. Como resultado, gastar dinheiro com uma carteira online durante um fork é perigoso. Você será vulnerável a muitos ataques, pois sua carteira não está ciente de que os mineiros estão quebrando as regras de consenso sobre a cadeia mais longa.

Se o hard fork controverso falhou e a maioria dos mineiros quebraram sua promessa de suportar o hard fork, é seguro continuar usando carteiras online, no entanto você deve verificar múltiplas fontes de novidades da Bitcoin, como este site, /r/bitcoin, e o Fórum Bitcoin para garantir que seja seguro continuar usando sua carteira específica. Como regra geral, você não deve realizar nenhuma transação durante e até pouco depois do fork.

Depois do fork

Os blocos podem ser mais lentos pouco depois do fork e suas transações levam mais tempo para confirmar. Você terá que pagar uma taxa de transação mais alta se a sua transação for de alta prioridade e você quiser que ela seja confirmada no próximo bloco. Você deve tentar fazer todas as transações importantes realizadas alguns dias antes da data do fork. Muitos sites e programas provavelmente aparecerão próximos do tempo da realização do fork para dividir seu Bitcoin, para que você possa ter acesso tanto ao seu BTC quanto ao novo altcoin criado por esse hard fork controverso, você deve ter cautela como muitos esses serviços, provavelmente serão golpes tentando roubar seu bitcoin. Como o hard fork tem pouca proteção de repetição, a maioria das transações que você executa na rede Bitcoin também será válida na rede da bifurcação (rede da nova altcoin). Você deve ter isso em mente ao fazer uma transação.

Alguns serviços podem continuar a apresentar e nomear o altcoin criado por este hard fork como sendo Bitcoin. Os usuários devem estar cientes de que esta nova moeda não é o Bitcoin original. O Bitcoin só pode ser alterado com o esmagador consenso de toda a comunidade Bitcoin de indivíduos, mineiros, desenvolvedores e economia. Mesmo quando há consenso esmagador, a menos que em uma emergência, um hard fork deve ter um período de aviso de pelo menos um ano para dar tempo suficiente para que os usuários atualizem. Este hard fork difícil de ser adotado pelos signatários deste acordo não alcança nenhuma dessas coisas. É uma atualização apressada e acelerada que só tem apoio comunitário minoritário e foi completamente rejeitada pelos usuários e pela comunidade técnica. Como este novo altcoin não é Bitcoin, o Bitcoin.org não listará carteiras e serviços que apresentam este altcoin como "Bitcoin" ou "BTC", ou seja, tais serviços não são recomendáveis pela Bitcoin.org:

- Carteiras

Abra (United States)
Bitcoin.com (St. Kitts & Nevis)
BitPay (United States)
BitPesa (Kenya)
Blockchain.info (UK)
BTC.com (China)
Circle (United States)
Coinbase (United States)
Coins.ph (Phillipines)
GoCoin (Isle of Man)
Jaxx (Canada)
Luno (Singapore)
Ripio (Argentina)
Unocoin (India)
Xapo (United States)

- Exchanges 

ANX (Hong Kong)
Bitex (Argentina)
bitFlyer (Japan)
Bitso (Mexico)
BTCC (China)
BTER.com (China)
Coinbase (United States)
Coins.ph (Phillipines)
CryptoFacilities (UK)
Korbit (South Korea)
Safello (Sweden)
SFOX (United States)
ShapeShift (Switzerland)

- Mineiros

1Hash (China)
Bitcoin.com (St. Kitts & Nevis)
Bitfury (United States)
Bitmain (China)
Bixin.com (China)
Genesis Mining (Hong Kong)
ViaBTC (China)

- Outros

Bitangel.com /Chandler Guo (China)
BitClub Network (Hong Kong)
Bloq (United States)
Civic (United States)
Decentral (Canada)
Digital Currency Group (United States)
Filament (United States)
Genesis Global Trading (United States)
Grayscale Investments (United States)
MONI (Finland) OB1 (United States)
Netki (United States)
Purse (United States)
Veem (United States)

Ágio do Bitcoin BRL vs USD: Gráfico para monitorar

Gráfico do Ágio Bitcoin BRL vs USD pelo site Tradingview.com

Olá futuros milionários, como vão?

Hoje vou mostrar, passo a passo, como ter o gráfico do ágio do bitcoin no preço em reais versos o preço em dólares, em comparação à cotação do dólar. Com isso, vocês terão um indicador para saber se o bitcoin, em seu preço em reais (R$), está mais caro ou mais barato do que comprar o bitcoin diretamente em dólares (US$). E, também, a galera que faz arbitragem pode ter uma ferramenta para auxiliar em seus negócios.

Então, vamos lá:


01 - Caso não tenha conta no site Trading View, que é um site para você acompanhar gráficos de ativos financeiros em geral, visite o site https://br.tradingview.com/ e abra sua conta, de forma fácil e simples, na opção "Registre-se". Caso já tenha conta, pule pro Passo 02.


02 - Acesse a parte dos gráficos em https://br.tradingview.com/chart, clique em "Comparar", clique em Add Symbol e desmarque a opção "Sobrepor o gráfico principal".


03 - No campo "Símbolo", escreva o seguinte: MERCADO:BTCBRL/BITFINEX:BTCUSD e tecle Enter. Em seguida, vai aparecer um gráfico como este logo abaixo, sobrepondo o seu gráfico principal (neste caso, cliquei duas vezes na área do gráfico pra maximizar na tela). Explicando: o preço do bitcoin em Reais dividido pelo preço do bitcoin em Dólares.

04 - Para mudar o gráfico, por exemplo, para um estilo de linha, clique na engrenagem e formate, conforme abaixo:

05 - Para inserir a cotação do dólar em reais, para fazer a comparação, repita o mesmo processo acima de clicar no "Comparar", mas agora escreva o seguinte: FX_IDC:USDBRL. Irá ficar algo assim, depois de formatado e ajustado:


05 - Pronto :D

Dúvidas? Deixe nos comentários :)




Erro 0xc0000018 no Google Chrome (Solução)


ERRO 0xc0000018 NO GOOGLE CHROME

Cenário em que ocorre este erro

Ao iniciar o Google Chrome, aparece uma janela com o erro "Este programa não pôde ser inicializado corretamente (0xc0000018). Clique em OK para encerrar o programa."

Como solucionar

1- Abra o "Executar", digite regedit e clique em OK. Confirme que você quer executar o Regedit.
2- Navegue nas pastas até HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Wow6432Node\­Microsoft\WindowsNT\CurrentVersion\Windo­­ws
3- Localize a chave “APPINIT_DLLS”, dê um duplo clique e delete esta chave.
4- Reinicie seu computador.
5- Pronto, o Google Chrome voltou ao normal.

Em caso de dúvidas, deixem nos comentários.

Erro 0xc0000018 no Internet Explorer (Solução)


ERRO 0xc0000018 NO INTERNET EXPLORER

Cenário em que ocorre este erro

Ao iniciar o Internet Explorer, aparece uma janela com o erro "Este programa não pôde ser inicializado corretamente (0xc0000018). Clique em OK para encerrar o programa."

Como solucionar


1- Vá em "Executar" e digite OptionalFeatures.
2- Desmarque a caixa de seleção do Internet Explorer. Aqui, você irá desativar, de forma temporária, o Internet Explorer do seu computador.
3- Reinicie seu computador.
4- Após reiniciado, vá novamente em "Executar", digite OptionalFeatures e habilite novamente o Internet Explorer.
5- Reinicie seu computador mais uma vez.
6- Pronto, Internet Explorer voltou ao normal.

Em caso de dúvidas, deixem nos comentários.

Menu Iniciar do Windows 7 no Windows 10 com Start 10


Está usando a versão 10 do Windows e não está nem um pouco habituado a usar o novo menu Iniciar implementado pela Microsoft? Então volte a usar o menu Iniciar do Windows 7 com o programa Start 10.
O design do menu Iniciar com o Start 10 instalado é praticamente idêntico ao menu Iniciar do Windows 7, ficando a diferença apenas ao configurar o menu, que apresenta uma janela diferenciada de configurações.

Instalação

Link de Download

1- Baixe o arquivo acima e descompacte em seu computador, numa pasta de sua escolha.
2- Execute o programa e proceda normalmente com a instalação.
3- Faça logoff/saia do usuário atual.
4- Menu do Windows 7 instalado e funcionando.

Caso tenha dúvidas, poste nos comentários, eu ou outros leitores do blog podemos tentar ajudar.

Menu Iniciar do Windows 7 no Windows 8 e 8.1 com Start 8


Está usando a versão 8 ou 8.1 do Windows e não está nem um pouco habituado a usar o novo menu Iniciar implementado pela Microsoft? Então volte a usar o menu Iniciar do Windows 7 com o programa Start 8.
O design do menu Iniciar com o Start 8 instalado é praticamente idêntico ao menu Iniciar do Windows 7, ficando a diferença apenas ao configurar o menu, que apresenta uma janela diferenciada de configurações.

Instalação

Link de Download

1- Baixe o arquivo acima e descompacte em seu computador, numa pasta de sua escolha.
2- Execute o programa e proceda normalmente com a instalação.
3- Faça logoff/saia do usuário atual.
4- Menu do Windows 7 instalado e funcionando.

Caso tenha dúvidas, poste nos comentários, eu ou outros leitores do blog podemos tentar ajudar.

Apagando pastas e arquivos através do Prompt de Comando

Tela do Promp de Comando do Windows e também do Executar com o comando correspondente.

O prompt de comando, como o próprio nome já diz, é um acessório embutido no Windows que executa tarefas baseadas em comandos, num ambiente chamado DOS (Disk Operating System ou Sistema Operacional em Disco). 

Erro 0x80070035 no Windows (Solucão)


ERRO 0x80070035

Cenário em que ocorre este erro

Conforme relatos de usuários e também minha experiência, este erro costuma ocorrer quando se tenta acessar outro computador, por meio da rede em que ambos estão conectados. Pode ocorrer ao se tentar acessar pastas e até mesmo impressoras do outro computador, na mesma rede.
Ao se tentar acessar o outro computador, abre-se uma caixa de diálogo informando que "O Windows não pode acessar computador tal...", sendo que no detalhamento do erro, exibido nesta janela que se abre, é informado o erro 0x80070035.

Como solucionar

Parece complexo, mas tem uma solução simples:
1 - Abra o Executar e digite SERVICES.MSC e tecle Enter. Será aberta uma janela com os Serviços do Windows.
2 - Procure na lista pelo serviço "AUXILIAR NetBIOS TCP/IP". Clique com o botão direito do mouse e vá em Propriedades.
3 - Na janela de Propriedades, mude o Tipo de Inicialização para Automático, clique em Aplicar e depois em OK.
4 - Depois, clique novamente com o botão direito do mouse no serviço em questão, só que desta vez clique na opção Iniciar. Isto fará com que o serviço seja executado imediatamente.
5 -Pronto, tente agora acessar o(s) outro(s) computador(es) na rede e bem provavelmente conseguirá.

Caso tenha problemas, deixe seu comentário. Eu e outros leitores do blog podemos tentar ajudá-lo.